Entenda o que é m-commerce e qual a importância

Entenda o que é m-commerce e qual sua importância

Saber o que é m-commerce e colocar esta estratégia em prática na sua loja virtual pode resultar em um aumento significativo de leads e vendas efetuadas. Que os brasileiros amam smartphones todo mundo já sabe. Dados recentes da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) mostram que o país possui mais de 240 milhões de celulares ativos. Em julho de 2021, o número atingiu 246 milhões de unidades, um crescimento de 9% em relação ao mesmo período de 2020. Mas, o que o segmento de varejo tem descoberto é que esses dispositivos móveis estão sendo uma ferramenta muito importante para fazer compras online. Independente do segmento. Nesse sentido, as aquisições vão desde alimentos, itens de vestuário e até produtos mais caros, como eletrodomésticos e móveis.  Inclusive, a pesquisa “Consumo online no Brasil”, realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com a Offer Wise Pesquisas, comprova a mudança registrada nos últimos anos. Nesse sentido, a estimativa é de que 87% das compras pela internet em 2021 foram feitas por smartphones. Ou seja, um avanço de 20% em relação ao estudo feito em 2019.

O que é m-commerce e como ele norteará as mudanças comerciais na sua empresa?

Antes, quando os smartphones brasileiros não possuíam acesso a uma internet de qualidade e com alta velocidade, grande parte das conexões eram feitas a partir de desktops no conforto das residências. Porém, agora, em uma rápida viagem para outra cidade, já é possível redecorar toda a casa apenas comprando em sites como Mercado Livre e Americanas. Esse novo comportamento trouxe uma nova necessidade para as empresas que comercializam produtos e serviços pela internet. Atualmente, é preciso adaptar as plataformas de vendas aos acessos mobile. E é exatamente este o conceito do m-commerce. Chamado também de mobile commerce, ele se refere ao comércio de produtos e serviços realizados por dispositivos móveis. As compras podem acontecer pelos sites das marcas, por aplicativos próprios  e pelas redes sociais. Enquanto há cinco ou dez anos bastava um site ser visualmente atrativo, hoje, as marcas precisam ter o pensamento chamado “mobile first”. Ou seja, melhorar os canais digitais para oferecer uma experiência completa e eficiente para quem aterrissa a partir de smartphones. As empresas também devem pensar em formas de tornar as compras mais rápidas, seguras e integradas. Além de estarem sempre acompanhando tendências e novos canais para divulgarem os produtos. 

Etapas fundamentais para a sua marca ingressar no m-commerce

Entre os primeiros passos para ingressar no segmento de m-commerce estão:
  • Ter um site responsivo, que se adeque a todos os tipos de telas;
  • Transformar suas redes sociais em lojas virtuais, por exemplo, conectando sua fan page no Facebook ao estoque da sua empresa;
  • Criar um aplicativo próprio ou estar integrado a grandes marketplaces que já possuem a tecnologia;
  • Ter selo de segurança HTTPS em seu site institucional e loja virtual, garantindo maior segurança aos consumidores.
E a sua empresa, já está seguindo essas tendências de m-commerce? Continue por dentro de informações relevantes sobre o varejo brasileiro em nosso blog.]]>

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir